fbpx

Como se proteger do golpe financeiro: Como identificar e o que fazer? 

Como fazer para não cair no golpe financeiro?

De acordo com a pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) cerca de 8 milhões de pessoas tiveram golpe financeiro no ano de 2022.

Com o avanço da tecnologia novos golpes financeiros vão surgindo, veremos durante esse artigo que tipos de golpes são esses e como identificar para não cair na armadilha de pessoas mal intencionadas.

  • Desconfie de propostas milagrosas: dinheiro fácil, prêmios, altos retornos sem nenhum risco.
  • Verifique a autenticidade de quem está oferecendo:  Pesquisa na internet sobre a empresa ou a pessoa que está oferecendo a proposta, verifique o site oficial e leia as avaliações dos usuários.
  • Não compartilhe informações pessoais: seja números de cartão de crédito, senhas ou números de identificação com estranhos ou sites suspeitos.
  • Não clique em links suspeitos: links de e-mails ou mensagens de texto de remetentes desconhecidos, esse link contém vírus que entram no seu computador e o estelionatário tem acesso remoto aos seus dados.
  • Desconfie de solicitações de pagamento antecipado: em troca do pagamento antecipado a empresa oferece um prêmio, geralmente pedem que seja realizado por pix ou cartão de crédito, fique atento!
  • Crie uma boa senha em seus aplicativos:  com letras maiúsculas e minúsculas, número e caracteres, autentique colocando senhas em suas conversas de whatsapp e telegram para evitar o pareamento das conversas.
  • Caixa eletrônico: para quem não sabe utilizar caixas eletrônicos, peça ajuda alguém que esteja com crachá da instituição para te auxiliar.

Quais são os golpes financeiros mais comuns?

Os golpes financeiros mais conhecidos são aqueles que ligam para nossa casa e pedem nossos dados, os idosos é o grupo mais afetado, confira outros:

  1. Phishing: os golpistas utilizam e-mails, mensagens de texto ou ligações para manipular  as pessoas a fornecer informações pessoais, bem como números de cartão de crédito.
  1. Fraudes de cartão de crédito: Quando as pessoas clonam ou através de um site clandestino você deixa as informações do seu cartão e os estelionatários fazem compras, tem também os das maquininhas nos estabelecimentos, confira sempre o valor que está sendo passado com o valor da compra.
  1. Golpes de investimento: os golpistas convencem a pessoa a investir dinheiro prometendo  enormes ganhos, muito comum ver anúncios em redes sociais.
  1. Fraude contábil: é a manipulação dos relatórios financeiros de uma empresa, como o balanço patrimonial, alteração dos resultados e o fluxo de caixa, para apresentar informações falsas sobre a situação financeira da empresa
  1. Fraudes de empréstimo: as empresas oferecem empréstimo com baixas taxas de juros.  em troca de informações pessoais, quando na verdade utilizam-se das informações para pegar empréstimo no nome da pessoa que forneceu os dados.
  1. Pirâmide financeira: os participantes são selecionados para esse esquema na qual eles investem em um negócio na esperança de ter altos lucros, no entanto o dinheiro é usado para pagar investidores antigos.
  1. Falsas ofertas de trabalho: a falsa empresa se passa por um RH que pede uma taxa para o candidato concorrer a vaga, além de pegar os dados pessoas.

O importante é sempre desconfiar, pesquise antes de entrar na proposta e muito ao compartilhar com  um amigo.

Como saber se a financeira é golpe?

Antes de tudo verifique se o banco é registrado nos órgãos reguladores, como o Banco Central do Brasil, veja se está funcionando dentro da legalidade, exemplo são as licenças para atuar. Outro ponto importante é pesquisar na internet, observar os comentários dos internautas se a maioria é positiva ou negativa, e ver se o site da empresa é estruturado.

Se a oferta foi boa demais, como taxas de juros baixíssimas, e sem nenhum risco financeiro, desconfie. Como mencionado anteriomente evite realizar  pagamentos antecipados em troca de brinde, observe como a empresa se comunica com você, caso a empresa demore muito a responder suas mensagens ou deixe de responder alguma pergunta, é outro sinal para ficar atento.

E por último, mas não menos importante é verificar o endereço físico, muitos colocam na internet, mas não estão no lugar que foi divulgado, uma dica é usar o Google Maps para olhar a fachada e se tem identificação.

Que relação tem a pirâmide financeira com o golpe?

Muitos ainda não conhecem, mas é importante destacar esse golpe que surgiu há alguns anos, as pessoas são convencidas a fazer parte de um esquema onde precisa pagar uma quantia para participar, como recompensa recebem altos retornos financeiros, você só irá lucrar se indicar novas pessoas, criando a pirâmide.

Mas, iremos mostrar que não tem como esse sistema se sustentar por muito tempo , uma vez que a maioria dos participantes perder dinheiro, o sistema não tem uma base da onde sai o dinheiro ou qualquer atividade que produza o dinheiro, dependendo sempre de novas pessoas entrarem para gerar dinheiro.

Portanto a pirâmide financeira é uma fraude, promete lucros que não existem, e os participantes acabam perdendo dinheiro sendo considera uma atividade ilegal em muitos paises , inclusive o Brasil conforme estabelecido pela Lei nº 1.521/1951.

Como reaver o dinheiro de um golpe Financeiro?

Se você foi vítima de estelionato, ainda há esperança para você recuperar seu dinheiro, vejamos algumas medidas que você pode tomar:

Entre em contato com o cartão e explique que foi vítima de um golpe, se alguém foi na sua casa se passando por uma empresa para pegar seus dados e depois você perceber que foi prejudicado, chame a polícia, registrou um boletim de ocorrência e em seguida entre em contato com a instituição financeira, converse com o gerente sobre o que acorreu eles podem ser capazes de cancelar as transações ilícitas e ajudar a recuperar o dinheiro.

Outro passo importante a dar é contratar um advogado, só assim você será representado judicialmente para entrar com as ações cabíveis e obter a indenização por todo transtorno causado.

Qual é a punição para quem pratica golpe financeiro?

Bom, antes de falar sobre a punição de quem pratica golpes financeiros, vamos falar do crime que o indivíduo se enquadra perante a lei brasileira ao cometer delitos financeiros, que são chamados de estelionato.

Estelionato é o crime que consiste em enganar uma pessoa para obter dela uma vantagem financeira ou patrimonial, causando prejuízo ao enganado. O estelionato como é chamado usa a venda de produtos que não existem, obtenção de dados pessoais para realizar compras ilícitas e obtenção de senhas bancárias.

No Brasil a pena para quem comete estelionato é sob pena de reclusão de 1 a 5 anos e se for contra uma empresa ou órgão público pode ser aumentada em dois terços.

Proteja seu dinheiro

Através da consultoria financeira você fica descansado em relação ao seu dinheiro, tendo todas dicas que for preciso e sendo acompanhado por um profissional. A consultoria é para pessoa física e jurídica que deseja proteger seu dinheiro de qualquer tipo de fraude.

Você terá a análise financeira da sua atual situação, elaboração de planos, educação financeira e  entender como é feito a contabilidade de seu negócio de perto. 

A Sol Azul Contabilidade busca pela transparência e credibilidade em nossos serviços, há mais de 30 anos no mercado, trazendo saúde financeira e satisfação aos nossos clientes.

Se este artigo te ajudou, compartilhe pelo facebook e instagram e ajude outras pessoas  a se proteger dos golpes financeiros. 

Sugestão de Posts:

Invista no sucesso da sua empresa!

Como podemos te ajudar? Converse com um dos nossos especialistas em contabilidade.

Posts relacionados

Enviar mensagem
Olá, posso ajudar?! +55 19 99635-0093
Olá,
Como posso ajudar?